CÂNULA DE TRAQUEOSTOMIA   BLUE LINE ULTRA – PORTEX

CÂNULA DE TRAQUEOSTOMIA BLUE LINE ULTRA – PORTEX

por CIRÚRGICA FERNANDES
na categoria Cânulas
Descrição

PVC Termosensível – proporciona rigidez inicial suficiente para inserção, e então maciez a temperatura do corpo que se ajusta a anatomia individual do paciente;
Angulação de 105º para se adequar à anatomia da traquéia;
Cânula radiopaca para confirmar colocação;
Opção com Cuff – Soft-Seal, aveludado, baixa pressão, alto volume com largo volume de repouso;
Marcações no balão piloto com importantes informações;
Flange de fixação transparente e macia garantindo máximo conforto ao paciente;
Obturador desenhado com características especiais para minimizar traumas durante inserção;
Fornecido com fita para fixação;
Opção com e sem fenestras (múltiplas para evitar obstrução) possibilitando a fala do paciente;

Cânula interna fácil de utilizar. Anel em borda superior permite fácil inserção e retirada minimizando o trauma do paciente;
Tamanho da cânula interna indicada para prevenir erro na utilização.

CONCEITO DE CUFF PROFILE SOFT SEAL

Cuff de Baixa Pressão e Alto Volume com os benefícios:
Material do Cuff macio e aveludado: Minimiza o risco de trauma;
Material do Cuff mais fino: A reduzida espessura do cuff minimiza o risco de dobras longitudinais;
Diâmetro de repouso do cuff maior: Assegura vedação eficiente, mesmo quando a sonda endotraqueal de menor diâmetro for selecionada;
Reduzida permeabilidade ao Óxido Nitroso: Apresenta aumento mínimo na pressãodurante exposição prolongada ao Óxido Nitroso.

Indicação

Quando procedimentos simples de ventilação se revelam inadequados (máscara de oxigênio, cateter nasal, entubação endotraqueal);
Para acesso direto à árvore traqueo-brônquica para a remoção de secreções.

Instruções de uso

Antes da introdução da cânula, deve-se inspecionar a integridade do sistema de balão e inflação quando possui cuff;
Antes de utilizar, desaperte a flange do obturador (se existir) e verifique se o obturador pode ser retirado da cânula. Reintroduza o obturador;
Pode se aplicar na ponta distal lubrificante à base de óleo para facilitar a inserção;
Introduza a cânula de traqueostomia de acordo com as técnicas médicas aceitas;
Encha o balão (quando houver) com uma quantidade de ar mínima para obter vedação eficaz;
Segure a cânula de traqueo com fixador de traqueostomia.

Advertências

Desinflar o balão completamente antes de retirar a cânula de traqueostomia para evitar traumas à traquéia e ao estoma;
No caso de lubrificar a cânula antes da introdução, verificar se o lúmen não está obstruído;
Manter pouca resistência de ar no balão;
Durante procedimentos anestésicos, o Óxido Nitroso pode propagar-se para o balão causando aumento ou diminuição da pressão do mesmo;
As pressões devem ser monitorizadas constantemente durante procedimentos anestésicos;
O enchimento demasiado do balão pode causar dano irreversível à traquéia;
Evitar contato com eletrodos ou laser, devido ao risco de incendiar o PVC;
Não usar em pacientes com anatomia ou patologias das vias aéreas superiores anormais;
Após a conexão da traqueo ao sistema de respiração, evitar aplicar forças lineares ou giratórias para evitar a desconexão;
As cânulas de traqueostomia devem ser trocadas regularmente e de acordo com a necessidade do paciente.

Precauções:

Verificar todos os conectores do sistema de respiração;
Umidificar adequadamente os pacientes para evitar incrustrações do lúmen da traqueo e danos à mucosa;
Realizar aspirações regulares para manter o lúmen desobstruído;
Realizar a troca da cânula no prazo máximo de 30 dias;
Pacientes que usam a cânula no ambiente caseiro deve ser orientado por um profissional especializado.
Usar solução salina para limpeza da cânula enquanto estiver colocada no paciente;
Não pode ser reutilizada;
Não reposicionar a cânula no paciente com o balão insuflado.

Cuidados de Conservação e Transporte
Manter em local seco e fresco.

Apresentação
Embalado individualmente
Esterilizado em Óxido de Etileno

Informações
COM BALÃO SOFT SEAL - BAIXA PRESSÃO / ALTO VOLUME
100.800.060 – 6,0 mm 100.800.070 – 7,0 mm 100.800.075 – 7,5mm 100.800.080 – 8,0 mm
100.800.085 – 8,5 mm 100.800.090 – 9,0 mm 100.800.100 – 10,0 mm

COM BALÃO SOFT SEAL – CÂNULA INTERNA E COLAR DE FIXAÇÃO EM VELCRO
100.810.060 – 6,0 mm 100.810.070 – 7,0 mm 100.810.075 – 7,5 mm 100.810.080 – 8,0 mm
100.810.085 – 8,5 mm 100.810.090 – 9,0 mm 100.810.100 – 10,0 mm

SEM BALÃO – CÂNULA INTERNA E COLAR DE FIXAÇÃO EM VELCRO
100.811.060 – 6,0 mm 100.811.070 – 7,0 mm 100.811.075 – 7,5 mm 100.811.080 – 8,0 mm
100.811.085 – 8,5 mm 100.811.090 – 9,0 mm 100.811.100 – 10,0 mm

FENESTRADA COM BALÃO SOFT SEAL – CÂNULA INTERNA E COLAR DE FIXAÇÃO EM VELCRO
100.812.060 – 6,0 mm 100.812.070 – 7,0 mm 100.812.075 – 7,5 mm 100.812.080 – 8,0 mm
100.812.085 – 8,5 mm 100.812.090 – 9,0 mm 100.812.100 – 10,0 mm

MEDIDAS DAS CÂNULAS DE TRAQUEOSTOMIA PORTEX

Diâmetro Interno Diâmetro Externo Comprimento DI Cânula Interna

6,0 mm 9,2 mm 64,5 cm 5,0 mm
7,0 mm 10,5 mm 70,0 cm 5,5 mm
7,5 mm 11,3 mm 73,0 cm 6,0 mm
8,0 mm 11,9 mm 75,5 cm 6,5 mm
8,5 mm 12,6 mm 78,0 cm 7,0 mm
9,0 mm 13,3 mm 81,0 cm 7,5 mm
10,0 mm 14,0 mm 87,5 cm 8,5 mm

Cânula de Guedel - PVC nº 2

OXIGEL MATERIAIS HOSPITALARES INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA.